PC TEC

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Jogadores são hostilizados, driblam protesto e seguem para Comary

Control X
Um grupo de mais de 100 professores provocou um tumulto na porta do hotel em que alguns jogadores da seleção brasileira estavam se apresentando, no Rio de Janeiro, antes de irem até a Granja Comary, em Teresópolis, onde irão se preparar para a Copa do Mundo. Os manifestantes reclamam dos gastos com o Mundial e pedem mais investimentos na saúde e educação.
A CBF já esperava algum tipo de protesto durante esse evento. A Polícia Militar, com a ajuda de alguns homens do Batalhão de Choque, preparou um forte esquema de segurança. Os manifestantes fecharam a avenida pela qual o ônibus com todos os jogadores da seleção iria passar, mas um caminho alternativo serviu como rota de fuga e eles conseguiram seguir até Teresópolis.
Antes disso, entretanto, o automóvel teve certa dificuldade para deixar o hotel. Manifestantes revoltados entraram na frente do ônibus, xingaram os jogadores e colaram adesivos de protesto na lataria. Só com a intervenção da tropa de choque e de mais de 70 policiais é que o caminho foi aberto.
osti2.jpg
"Não vai ter Copa", "Da Copa eu abro mão, quero mais dinheiro pra saúde e educação" e "Sai da frente que a educação é chapa quente" eram os gritos mais ouvidos pelos professores. E sobrou até para o camisa 10 da seleção: "Pode acreditar, educador vale mais do que o Neymar".
Após a saída da delegação da seleção canarinha do hotel, os manifestantes se dirigiram até o aeroporto e invadiram o saguão do local com faixas e bandeiras para continuar o movimento.
osti1.jpg
Entre outras reivindicações, os professores pedem 20% de aumento, equiparação salarial e diminuição na carga horária dos funcionários administrativos.
"Viemos aqui pra mostrar a contradição. O país que está se mobilizando para a Copa, mas apresenta vários problemas na educação. Problemas de estrutura e de condições de trabalho, além do baixo salário. Queremos chamar a atenção, mas eles parecem mais preocupados com a Copa", disse Vera Nepomuceno, diretora do sindicato do professores.
osti3.jpg
Fonte: Com informações do UOL

SEJAP continua negociando com os detentos na Penitenciaria de Pedrinhas

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que foram retomadas, na manhã desta segunda-feira (26), as negociações com os detentos que retiveram seus familiares na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) de Pedrinhas, em São Luís. A previsão é que todos saiam ainda na tarde desta segunda (26).
Participam do diálogo, representantes da Sejap, da Comissão de Direitos Humanos da OAB e dos presos juntamente com seus familiares.
Reitera que o clima na CCPJ de Pedrinhas é de tranquilidade, já que os familiares dos detentos decidiram permanecer na unidade de forma solidária.
Publicado Por: Igor Leonardo

Romário ataca Ronaldo e diz: 'Não mudo de lado de acordo com jogo'

Control X
Romário voltou a criticar publicamente a organização da Copa do Mundo no Brasil e, mais uma vez, Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL). Desta vez, o ataque do Baixinho se encaminha às declarações dadas pelo Fenômeno na última semana contra o Governo Federal.
"Todo mundo sabe minhas bandeiras e minhas colocações. Não mudo meu lado dependendo de como está o jogo", disse Romário no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.
Romário voltou a falar que as polêmicas que marcam a organização do Mundial não vão impedir que os torcedores possam apoiar a equipe dentro dos gramados.
"Já perdemos a Copa fora de campo. Agora, tem de rezar e torcer pra irmos bem lá dentro", completou.
Membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, o ex-atacante da seleção brasileira Ronaldo disse se sentir envergonhado com os atrasos e dificuldades do país nos preparativos para o torneio, mas defendeu que o Mundial não seja alvo de protestos e culpou os governos pelos problemas.
Ronaldo acredita que as críticas feitas pela Fifa ao Brasil por não ter cumprido prazos são justas, já que o país concordou com todas as exigências da entidade quando aceitou ser sede da competição, em 2007.
"E de repente chega aqui é essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora", afirmou o ex-jogador em entrevista à Reuters na sede de sua agência de comunicação, em São Paulo, nesta sexta-feira.
"Os estádios, de uma maneira ou outra, vão estar prontos. Agora, o legado que fica para a população mesmo --as obras de infraestrutura, de mobilidade urbana, aeroportos-- é uma pena que tenham atrasado tanto", acrescentou.
A presidente Dilma Rousseff também rebateu Ronaldo. Em congresso da UJS (União da Juventude Socialista), ela afirmou que não vê motivos para alguém se envergonhar do país.
"Tenho certeza da nossa capacidade, do que fizemos, das nossas realizações. Não temos por que nos envergonhar. E não temos complexo de vira-latas, tão bem caracterizado por Nelson Rodrigues se referindo aos eternos pessimistas sempre", afirmou, de acordo com a Folha de S. Paulo.
Fonte: Com informações do UOL

Remédio que elimina o açúcar pela urina é nova aposta para combater o diabetes

Novo remédio contra o diabetes tipo 2 estimula a perda de açúcar pela urinaThinkstock
Qualquer pessoa que tem uma doença crônica sonha um dia ouvir a notícia de que pesquisadores descobriram a cura para o seu problema. No caso do diabetes, essa realidade ainda está distante, mas enquanto não chega a esperança do paciente se renova cada vez que a indústria farmacêutica lança produtos capazes de facilitar o tratamento e melhorar a qualidade de vida. No último Fórum Internacional de Diabetes, realizado recentemente pela SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) em parceria com a IDF (Federação Internacional de Diabetes) e a Associação Latino-Americana de Diabetes, em Foz do Iguaçu, foram apresentados medicamentos e tecnologias que prometem controlar a glicemia de forma mais eficaz e com menos efeitos colaterais.
Entre as novidades estão medicamentos que estimulam a perda de açúcar pela urina, insulina com efeito de mais de 40 horas, remédio que alia controle glicêmico com redução de apetite, bomba de insulina inteligente que para de funcionar em caso de hipoglicemia e medidor de glicemia que “conversa” com Iphone e Ipod Touch e envia dados do paciente para o e-mail do médico.
Para o endocrinologista Walter Minicucci, presidente da SBD, “é inegável que os lançamentos deste setor contribuem para melhorar o controle da glicemia, mas é preciso saber usá-los”.
— Não adianta o melhor remédio do mundo se a pessoa não sabe usar o recurso do jeito correto. Por isso, reforço que a educação em diabetes é fundamental. Além disso, não basta só medicamento para tratar a doença. Exercício físico, alimentação balanceada e acompanhamento médico são primordiais para o bom controle da glicemia e a prevenção de complicações.
O diabetes atinge mais de 383 milhões de pessoas no mundo e até 2035 a previsão é que esse número chegue a 592 milhões. O Brasil ocupa a 4ª posição do ranking, com 11,9 milhões de diabéticos, perdendo apenas para China, Índia e Estados Unidos, segundo o mais recente relatório divulgado no ano passado pela IDF.
Novo monitor de glicemia é compatível com o Iphone e Ipod TouchDivulgação
Para tratar o diabetes tipo 2, que representa 90% dos casos da doença entre os brasileiros, a indústria farmacêutica Sanofi-Aventis lançou o Lyxumia (lixisenatida). O medicamento promete aumentar o tempo de esvaziamento gástrico, ou seja, mantém a comida por mais tempo no estômago, conforme explica o endocrinologista João Eduardo Salles, professor titular de endocrinologia da Santa Casa de São Paulo e diretor da SBD.
— O medicamento age de forma semelhante a uma substância natural do organismo chamada GLP-1, que está associada à produção de insulina. Quanto mais tempo a comida fica no estômago, mais lenta é a elevação da glicemia. Além disso, por conta desse mecanismo o paciente ainda se beneficia com a redução do apetite e do peso.
O medicamento já foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas só deve chegar ao mercado no segundo semestre deste ano. Outra novidade para os diabéticos tipo 2 é o Forxiga (dapagliflozina) — remédio que atua no rim e estimula a perda de açúcar e sódio pela urina e, consequentemente, reduz o peso e a pressão arterial.
Segundo o laboratório AstraZeneca, que produz o medicamento, o Forxiga pode ser usado em qualquer fase da doença como monoterapia ou combinado com a insulina. O medicamento é de uso oral e deve ser administrado uma vez ao dia. Já disponível no mercado brasileiro, uma caixa com 30 comprimidos custa em torno de R$ 130.
Com tantas classes de medicamentos, o endocrinologista Luiz Turatti, vice-presidente da SBD, reforça que o tratamento do diabetes deve ser individualizado e combinar mais de uma droga.
— Hoje em dia, tratar diabetes com um único remédio funciona cada vez menos. A tendência é combinar dois ou mais medicamentos e, claro, conhecer o perfil do paciente. Tratar uma pessoa de 45 anos e um idoso de 70 é completamente diferente.
O laboratório Novo Nordisk apresentou a primeira insulina de ação ultraprolongada com efeito de 42 horas. Chamada de tresiba, a grande vantagem do medicamento é que o paciente não precisa fazer a aplicação sempre no mesmo horário, explica a gerente médica de diabetes do laboratório, Mariana Narbot.
— A insulina garante cobertura de 24 horas de forma homogênea, causando menos hipoglicemia noturna. Apesar de agir por mais de 40 horas, a aplicação deve ser diária, com intervalo mínimo de oito horas.
A insulina foi liberada pela Anvisa em fevereiro deste ano e está em fase de aprovação de preço para a comercialização. A previsão é que ela esteja nas farmácias de todo o País no segundo semestre.
Para aqueles que usam bombas de insulina, a novidade é a chegada do sistema de infusão Paradigm VEO, da Medtronic. O diferencial é que o aparelho interrompe o fornecimento de insulina caso o paciente apresente hipoglicemia (níveis de açúcar no sangue muito baixos). A bomba já tem autorização da Anvisa para ser vendida no País.
Mesmo com tantos lançamentos, o presidente da SBD alerta que o número de portadores da doença só aumenta no Brasil e no mundo, especialmente por causa do excesso de peso, sedentarismo e má qualidade da alimentação.
— Sou fã da tecnologia e sabemos que os novos medicamentos mudam paradigmas e permitem um controle melhor, mas infelizmente não são acessíveis a todos. Para combater a doença, acredito em informação, conscientização e educação.  
Turatti concorda com o colega, mas não se mostra otimista com a mudança do cenário nos próximos anos.
— Temos todas as armas para combater o diabetes, mas o governo não está preocupado com a doença. Na rede pública, as medicações são antigas, sem falar na falta de conscientização do paciente, médicos e familiares.
Salles acrescenta que não há políticas públicas efetivas para a redução da obesidade, principal causa do diabetes tipo 2, e nem ações que mostrem a importância da prevenção.
— Em um País que ainda tem dengue e doença infectocontagiosa, fica difícil combater o diabetes, que é uma doença silenciosa e traiçoeira. É preciso tirar da cabeça da população que só é diabético quem come doce.
O tratamento do diabetes exige a constante monitorização da glicemia — aquela picadinha diária no dedo que fornece uma gota de sangue para o paciente medir a quantidade de glicose naquele momento. A novidade neste setor são dois monitores fabricados pela Sanofi-Aventis: IBGStar™ (foto acima) e BG Star. O primeiro lembra um pen drive e é compatível com o iPhone e o iPod Touch, ou seja, o paciente mede a glicemia e compartilha os dados com o médico via e-mail. Já o BG Star é um aparelho comum, igual aos já disponíveis no mercado brasileiro.
Segundo o laboratório, ambos devem chegar às prateleiras das farmácias entre junho e julho deste ano. O IBGStar será comercializado por cerca de R$ 250 e o BG Star custará bem menos, R$ 80.
Fonte:  R7 / Fabiana Grillo

Edital da Polícia Federal será lançado em junho

e
A nomeação dos aprovados está programada 
para ocorrer no início de 2015
FOTO: S. TARELHO
A Polícia Federal já está em fase de análise das propostas para definir a organizadora de seu concurso público para o preenchimento de 600 vagas para o cargo de agente, autorizado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) em 26 de março.
De acordo com o coordenador do setor de recrutamento e seleção do órgão, Jorgeval Silva Costa, a intenção é de que a banca seja anunciada até o final de maio. "O processo de escolha ainda deve passar pelas áreas de logística e jurídica para que a organizadora possa ser anunciada. Como é um processo que envolve outros setores, não é possível afirmar com certeza o prazo necessário para isto ocorrer, mas acredito que isto deve ser encerrado ainda este mês, no mais tardar, em um prazo de 15 dias", diz.
Segundo ele, o objetivo é de que a confirmação da banca ocorra de forma rápida para que possa ser confirmado o cronograma inicial, de publicar o edital no decorrer de junho. "A Polícia Federal tem pressa em realizar este concurso. É possível que a publicação do edital ocorra em junho. Vamos fazer todos os esforços para que isto ocorra. Porém, isto ainda depende de outros fatores que não envolvem somente o setor de recrutamento e seleção", ressalta.
Requisitos e salário
Para concorrer ao cargo é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria "B". A remuneração inicial da categoria é de R$ 7.887,33, incluindo o salário de R$ 7.514,33 e auxílio alimentação de R$ 373, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.
Após a aprovação por todas as áreas da PF envolvidas, a escolha da banca ainda deverá passar por consultoria jurídica do Ministério da Justiça, procedimento também adotado pela Polícia Rodoviária Federal em seu concurso realizado recentemente para agentes administrativos. Na ocasião, o Ministério solicitou alterações nas propostas apresentadas antes da publicação do edital.
Fonte: Diário do Nordeste

domingo, 25 de maio de 2014

MARCHA DA MACONHA EM FORTALEZA.



Foto Mauri Melo/O Povo

Cerca de 1.500 pessoas participaram da Marcha da Maconha, na tarde deste domingo (25), na avenida Beira Mar em Fortaleza. O evento, que acontece desde 2008 no Brasil, tem como objetivo defender a legalização da droga no País.

Segundo a organização do evento, mais de 6 mil compareceram à Beira Mar. Para a Polícia Militar, foram 1,5 mil pessoas.

Jogador do Atlético-MG se recusa a jogar e presidente manda suspender contrato

O atacante Fernandinho está fora do Atlético-MG. Numa atitude polêmica, o jogador recusou-se a viajar para Ipatinga, onde o Galo enfrenta o Criciúma, neste domingo, às 18h30, pelo Campeonato Brasileiro. A reação da diretoria do clube mineiro, por intermédio do presidente Alexandre Kalil, foi de suspender o contrato do jogador, segundo noticiou a Rádio Jovem Pan.
Fernandinho é jogador do Al-Jazira e está emprestado ao Atlético-MG com contrato que vence no fim do mês que vem. O jogador disputou até agora seis partidas neste Brasileirão, o que motivou sua recusa de entrar em campo contra o Criciúma. Caso complete sete jogos pelo clube, o atacante não poderá mais defender outro clube na atual edição do campeonato.
A pendência entre Atlético-MG e Al-Jazira esbarra no desejo de o clube árabe querer vender o jogador. A diretoria do Galo insiste em prorrogar o empréstimo. Agora, ao que parece, não haverá uma coisa ou outra.
Fonte: Com informações do LanceNet
Publicado Por: Victor Costa

Michel Teló tem show cancelado por falta de público no fim de semana

Um show de Michel Teló, marcado para acontecer neste sábado (24) em Birigui, foi cancelado por falta de público.
Na verdade, a apresentação era para ter acontecido no sábado anterior, mas foi cancelado por conta da falta de alvará do Corpo de Bombeiros e da prefeitura da cidade, segundo o jornal local, “Folha da Região”. As autoridades alegaram que o local do show não teria estrutura suficiente.
Então, a produção decidiu realizar o show em outro lugar. No entanto, com a mudança, as pessoas poderiam ter seu dinheiro de volta ou ver o espetáculo.
Sendo assim, muita gente procurou os postos de venda para pegar o dinheiro, mas ninguém comprou novos ingressos. A saída foi cancelar o espetáculo.
Fonte: com informações do MSN
Publicado Por: Ricardo Caetano

Calendário de Pagamento do Programa "BOLSA FAMÍLIA 2014"

Calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família para o ano de 2014 Para saber em que dia sacar seu dinheiro, a família deve observar qual é o último algarismo do NIS (Número de Identificação Social) impresso no cartão do Bolsa Família. As famílias com cartões terminados em “1” recebem no primeiro dia do calendário de pagamento, os terminados em “2” no segundo dia e assim por diante. O benefício é pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês. 
1535507_567710329989046_697314896_n.jpg

Fonte: Bolsa Família

Mulheres passam 6 horas se arrumando para 1ª noite de sexo

Control X
Porcaiada
Quando as mulheres decidem que vão passar a noite com o novo parceiro, elas levam os preparativos a sério. Segundo pesquisa feita com 1 mil mulheres, 54% delas chegam a passar seis horas se arrumando para a primeira relação sexual com o companheiro. As informações são do Daily Mail.
Um terço das entrevistadas afirmou que se preocupa em deixar a pele do rosto bonita, 32% delas usam spray bronzeador e 76% cuidam para os cabelos ficarem arrumados. A pesquisa ainda levantou que 63% das mulheres investem em nova lingerie e 37% não usam roupas íntimas que vestiram com um parceiro anterior. A depilação é outro item importante e 53% das mulheres vão ao salão para remover os pelos.
Até com a alimentação elas se preocupam e 74% evitariam comer pão ou carboidratos no jantar da grande noite para garantir que a barriga não fique inchada. As mulheres entrevistadas disseram que desejam uma noite perfeita para elas e para os parceiros, por isso, o ritual faz sentido. Mesmo que o homem não perceba a unha do pé bem feita, mas o cuidado deixa a mulher mais autoconfiante.
Fonte: Com informações do Amor e Sexo/ Terra

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Senado aprova piso de R$ 1.014 para Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias

O Senado aprovou o projeto que fixa em R$ 1.014 o piso salarial nacional para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, com jornada de 40 horas semanais (PLS 270/2006). Houve uma mudança: os senadores retiraram os artigos que previam um reajuste vinculado ao salário mínimo. Para preservar o poder aquisitivo do piso, um acordo de lideranças manteve no texto a previsão de aumento por meio de decreto do Poder Executivo, que deverá ser estabelecido a cada ano. A matéria segue para sanção presidencial.
Os trechos retirados foram incluídos na Câmara dos Deputados. Tratavam do aumento real, apartir de 2015, equivalente à variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. A sistemática é a mesma aplicada ao salário mínimo atualmente
ACE_ACS.jpg
Fonte: TV SENADO

Mãe da presidente Dilma Rousseff, de 90 anos, é internada em hospital do DF


A mãe da presidente Dilma Rousseff, Dilma Jane Coimbra, 90 anos, foi internada nesta quarta-feira (21) no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília.

Ela está internada em suíte e com equipe médica exclusiva. A mãe da presidente se sentiu mal pela manhã e foi encaminhada ao hospital. Não há informações sobre o que motivou a internação.

A presidente Dilma Rousseff manteve a agenda de trabalho desta quarta-feira no Palácio do Planalto.

Em 2012, a presidente Dilma chegou a adiar uma viagem que faria a Fortaleza depois de a mãe passar mal. À época, a Presidência da República não confirmou o que Dilma Jane teve.
Em setembro de 2011, a mãe da presidente foi levada a um hospital em razão do tempo seco na capital do país. À época, Dilma Jane foi encaminhada ao hospital com problemas respiratórios.

Dilma Jane mudou-se de Belo Horizonte para Brasília em 2011 para morar com a presidente no Palácio da Alvorada.
Fonte: Com informações do G1

Afastada da TV, a apresentadora Xuxa Meneghel engorda mais de 10 quilos

Longe da televisão desde o ano passado, mas envolvida em outros projetos, Xuxa Meneghel está mais cheinha.
Segundo uma fonte do NaTelinha, a apresentadora já engordou 12 quilos desde que teve seu programa na Globo cancelado, o "TV Xuxa". Há alguns meses, inclusive, esse peso extra fez algumas pessoas cogitarem que Xuxa estivesse grávida.
Ela já falou sobre o assunto. "Estou namorando e estou gordinha. Quando estou ansiosa, fico comendo", justificou. Xuxa namora com o ator Junno Andrade desde dezembro de 2012, e os dois sempre aparecem nas redes sociais muito apaixonados.
Em tempo:
A Globo acaba de contratar Junno para sua próxima novela das seis, "Boogie Oogie".
Ele ainda não teve seu papel definido, mas assinou por obra e, caso vá bem, pode emplacar um contrato fixo.
Recentemente, o ator fez testes para a série "Na Mira do Crime", que Tiago Santiago está escrevendo para a Fox, mas não passou. Junno também fez uma pequena participação em "Salve Jorge", e terá sua primeira grande chance atuando na trama de Rui Vilhena.
Fonte: Com informações do NaTelinha